Arquivo da categoria: pendrive

Mandriva – Da ISO pro Pendrive

A Mandriva criou e disponibilizou um ótimo utilitário chamado Mandriva Seed. Funciona a partir do Mandriva 2009.1.

Mandriva Seed Linux

Antes de começar!
> O Mandriva-Seed cria duas partições no pendrive, uma com o Mandriva, que o usuário não tem acesso, e outra partição de 1MB, com o nome de volume RESIZE ME, ou seja, tu pode aumentar ela para o tamanho que tu quiser. Caso queria todo o pendrive limpo, basta deletar as partições dentro dele.
> Se você quer ter dual boot com Windows e Mandriva, instale primeiro o Windows, depois o Mandriva. Pois o Windows simplismente apaga o gerenciador de boot do Mandriva, enquanto o Mandriva adiciona uma entrada pro Windows automaticamente.
> Caso você use o Windows Vista ou Windows 7, você verá uma mensagem dizendo no Mandriva Seedunable to find any removable device“, ou o Mandriva Seed não funcione, veja o final desse tutorial.

Gravando a ISO no pendrive. (Instruções para quem está no Linux)

  1. Baixe a última ISO do Mandriva. Caso tenha dificuldades em escolher a ISO mais adequada a você, de uma lida nos tutoriais Mandriva Linux – Qual ISO devo baixar? Descubra qual é a ISO mais indicada para você! e Diferenças entre o Mandriva Free, One, Dual, Powerpack e Flash.
  2. Abra uma janela de terminal, no KDE o konsole, no GNOME o gnome-terminal.
  3. Agora vamos baixar o Mandriva Seed. wget ftp://ftp.free.fr/mirrors/ftp.mandriva.com/MandrivaLinux/official/iso/2009.1/mandriva-seed.sh
  4. Ele deve ser rodado pelo usuário root, então digite su e em seguida tecle enter e digite a senha de seu usuário root.
  5. Plugue o pendrive.
  6. Agora tudo está pronto para rodar o Mandriva Seed, basta dar o comando sh mandriva-seed.sh que ele vai abrir.
  7. No Mandriva Seed selecione a ISO e clique em criar LiveUSB.
  8. Em Target Device, selecione o seu pendrive, ele já deve estar pré selecionado, então, clique em Create Live USB e deixe a mágica acontecer!
  9. Agora falta configurar sua BIOS para inciar pelo pendrive, isso varia de placa mãe para placa mãe, de uma lida no manual, se não achar/souber como faz, pode perguntar aqui.

Gravando a ISO no pendrive. (Instruções para quem está no Windows NT, 2000, XP, 2003 ou 2003 R2)

  1. Baixe a última ISO do Mandriva. Caso tenha dificuldades em escolher a ISO mais adequada a você, de uma lida nos tutoriais Mandriva Linux – Qual ISO devo baixar? Descubra qual é a ISO mais indicada para você! e Diferenças entre o Mandriva Free, One, Dual, Powerpack e Flash.
  2. Clique neste link com o botão direito do mouse e escolha a opção abrir, o Mandriva Seed vem compactado em formato .zip, então o extraia para seu computador.
  3. Você deve rodar o Mandriva Seed com poderes administrativos, então se não estiver “logado” como administrador, efetue “log out” e “log-se” como Administrador ou outro usuário com poderes administrativos.
  4. Plugue o pendrive.
  5. Agora tudo está pronto para rodar o Mandriva Seed, basta localizar o Mandriva Seed que você extraiu e dar dois cliques nele que ele vai abrir.
  6. No Mandriva Seed selecione a ISO e clique em criar LiveUSB.
  7. Em Target Device, selecione o seu pendrive, ele já deve estar pré selecionado, então, clique em Create Live USB e deixe a mágica acontecer!
  8. Agora falta configurar sua BIOS para inciar pelo pendrive, isso varia de placa mãe para placa mãe, de uma lida no manual, se não achar/souber como faz, pode perguntar aqui.

Gravando a ISO no pendrive. (Caso o use o Windows Vista, 2008, Seven ou 2008 R2)

  1. Baixe a última ISO do Mandriva e a salve em C:\. Caso tenha dificuldades em escolher a ISO mais adequada a você, de uma lida nos tutoriais Mandriva Linux – Qual ISO devo baixar? Descubra qual é a ISO mais indicada para você! e Diferenças entre o Mandriva Free, One, Dual, Powerpack e Flash.
  2. Clique neste link com o botão direito do mouse e escolha a opção abrir, esse é um utilitário que serve para clonar, fazer cópias bit a bit de arquivos, vem compactado em formato .zip. Extraia para o C:\
  3. Você deve rodar o utilitário com poderes administrativos, então se não estiver “logado” como administrador, efetue “log out” e “log-se” como Administrador ou outro usuário com poderes administrativos.
  4. Abra uma janela de prompt de comando, o cmd.
  5. Agora nessa janela de terminal, “entre” no C:\ com o comando cd C:\
  6. Plugue o pendrive.
  7. Preste muita atenção a letra que o Windows vai usar para identificar o pendrive, vou chamar ele aqui de Y:, mas você deve conferir em Computador a letra correta, pode ser que seja E: ou F:. tenha certeza da letra que escolher, caso contrário, seus arquivos poderão ser apagados de forma irrecuperável.
  8. Finalmente vamos gravar a ISO no pendrive. Digite o comando a seguir, mudando a letra y: para a letra referente ao seu pendrive. dd.exe if=c:\nome do arquivo iso que voce baixo.iso of=\\.\y:
  9. Aguarde o dd terminar, isso pode demorar até 30 minutos dependendo da ISO escolhida e da velocidade de seu pendrive.
  10. Agora falta configurar sua BIOS para inciar pelo pendrive, isso varia de placa mãe para placa mãe, de uma lida no manual, se não achar/souber como faz, pode perguntar aqui.

Instalando Mandriva por meio de um pendrive

Leia aqui.

Instalando Linux no Pendrive

Olá, provavelmente esse é um dos tutoriais mais esperados por quem quer usar Linux em seu PC sem ter que formatar, e sem riscos ao sistema. Quem seguir esse tuto será capaz de instalar qualquer distro num pendrive.
PS. Melhor desconectar os cabos de todos os seus discos rígidos durante a instalação pra não haver enganos. 😉
-|- Você vai precisar de:
* Um pendrive/memory key. Lógico! 😛 PS. De preferencia de 4GB ou mais.
* Um computador
* Um cd gravado com a distribuição que deseja instalar no pendrive, como, Mandriva, Arch Linux, Ubuntu, Fedora, e assim por diante, de preferencia uma distro atual.
* > Seu computador precisa ter suporte a boot por meio de dispositivos USB!! Se sua placa mãe for um pouco mais antiga, provavelmente será chamado de boot por USB ZIP. 😉
-|- Afinal, como instalo Linux no pendrive?,
Simples, inicie a instalação de sua distro preferida normalmente, na hora que chegar na etapa de particionamento, selecione o seu pendrive na lista e o particione, e porssiga com a instalação normalmente.
Ao término da instalação, reinicie e de o boot pelo pendrive.
Simples assim 🙂
PS. Não recomendo o uso de SWAP, porque o SWAP faz muitas leituras/escritas, danificando a memoria flash. Recomendo o uso da opção noatime na partição.

Slax Linux, uma distro leve e que roda direto do pendrive.

Continuando a saga de Distribuições Linux rodando a partir de pendrive, vamos conhecer uma distro feita pra rodar de pendrive.

Slax Linux é uma distribuição Linux baseada no Slackware que visa ser fácil de usar, completa e ao mesmo tempo ela é pequena, leve e rápida.

O Slax Linux conta com vários pacotes e módulos pré-instalados e com um gerenciador de pacotes próprio, alem de um site com pacotes feitos para ele.

Estes pacotes são chamados de módulos e podem ser instalados com um único clique de mouse.
Confira o site de módulos do Slax.

Chega de papo e vamos ver como colocar o Slax num pendrive.

Como o Slax já foi feito pensando nisso, e já distribui um ficheiro compactado com os arquivos previamente modificados, o processo de passar ele pro pendrive torna-se muito mais fácil.

Baixe o .tar do Slax contendo os arquivos do sistema, o .tar tem 189.6MB.

Primeiro, crie uma partição FAT16 ou FAT32 no pendrive.

# cfdisk /dev/sd[x]

Marque-a como bootable.

Crie o sistema de arquivos.

# mkfs.vfat /dev/sd[x]1

Como de praxe, vamos criar um diretório temporário e montar o pendrive.

# mkdir -p /mnt/usb/
# mount /dev/sd[x] /mnt/usb/

Extraia o .tar.

# tar xvf slax-6.0.7.tar

Copie todo o conteudo pro /mnt/usb/

# cd slax-6.0.7
# cp -r * /mnt/usb/

Agora vamos instalador o gerenciador de boot.

# cd /mnt/usb/boot/

Os caras do Slax fizeram um script que faz todo trabalho chato 😉
Basta rodar o script.

# sh bootinst.sh

E pronto! Desmonte o pendrive e boote por ele.

Obs, é extremamente recomendavel que voçê use outro sistema de arquivos, como ext3 e jfs, ai, em vez de usar o bootinst.sh, use o sscript liloinst.sh 😉

Instalando o Arch Linux por um pendrive.

–ATUALIZAÇÃO!!– Atualmente, o Arch disponibiliza uma imagem de disco pronta, só passar pro pendrive e dar o boot por ele, abaixo irei mostrar a maneira atual e fácil de instalar o arch pelo pendrive e a maneira antiga e dificil. 😉

-|- Método fácil!
>> Baixe a img do Arch Linux. em ftp://mandriva.c3sl.ufpr.br/archlinux/iso/latest
Procure pelo arquivo archlinux-200X.XX-core-i686.img se você usa um processador x86_32 e, archlinux-200X.XX-core-x86_64.img se você usa um processador x86_64.

Baixada a imagem vamos transferi-la para o pendrive.
>> No Linux,
# dd if=archlinux-200* of=/dev/sdX
* No lugar de X ponha a letra correspondente ao dev de seu pendrive, para ter certeza de qual é, plugue o seu pendrive na USB e logo depois digite dmesg, isso vai mostrar o “X” correto. 😉

>> No Windows. (Obrigado rescbr!)
Baixe o dd pra windows em http://unxutils.sourceforge.net/
dd if=imagem do arch.img of=\\.\X:
* No lugar de X ponha a letra de unidade de seu pendrive, provavelmente será e ou f.

Isso poderá levar vários minutos!

-|- Transferida a imagem pro pendrive, reinicie seu computador e faça o boot pelo pendrive e proceda a instalação normalmente.

–Método antigo e desatualizado abaixo :S—

Metodo antigo, tranformando a .iso do Arch Linux em um pendrive bootavel e instalar o Arch atravez dele.

=> Você vai precisar de um pendrive de 512Mb.

-|- Baixe a .iso Archlinux-xxxx-xxxx.xx-x-archboot.core.iso do Arch Linux – ftp://archlinux.c3sl.ufpr.br/archlinux/iso/latest/

-|- Particione seu pendrive. Crie uma particão FAT16, torne-a bootavel. Lembre-se do nome dela, como /dev/sd[x]1.
# cfdisk /dev/sd[x]

-|- Faça um sistema de arquivos FAT16 (você vai precisar do dosfstools).
# mkdosfs /dev/sd[x]1

-|- Monte a .iso para um diretorio temporário.
# mkdir -p /mnt/archcd
# mount -o loop /diretorio/da/iso /mnt/archcd

-|- Monte o pendrive
# mkdir -p /mnt/usb/
# mount /dev/sd[x]1 /mnt/usb/

-|- Copie o conteúdo da.iso para o pendrive.
cp -ra /mnt/archcd/* /mnt/usb/

-|- Copie os dados do boot.
cd /mnt/usb/isolinux/
cp vmlinuz /mnt/usb/
cp initrd.img /mnt/usb/
cp boot.* /mnt/usb/
cp isolinux.cfg /mnt/usb/syslinux.cfg

-|- Desmonte o pendrive e a .iso.
# umount /mnt/usb/
#umount /mnt/archcd/

-|- Instale a mbr e o syslinux.
lilo -M /dev/sd[x] mbr
syslinux -s /dev/sd[x]1

Pronto! Agora só bootar pelo pendrive e instalar o Arch Linux.