E as coisas continuam quentes. Tenho medo que o Mandriva Linux acabe?

Pois é pessoal, o clima continua quente aqui, acima dos 30 graus, deu uma chovida, mas não adiantou muito e parece que eu não consigo dormir com esse calor todo, então aqui estou escrevendo, o que é bom, assim o blog fica mais movimentado, não é mesmo?
 
O assunto dessa madrugada é o seguinte.

Tenho medo que o Mandriva Linux acabe?

Resposta curta, não.
Resposta longa, o Mandriva Linux, apesar de ser comercial, possui, como toda boa distribuição Linux, o seu código aberto. Assim, sempre que haver uma comunidade apaixonada pela distro, essa continuará a existir. Atualmente, grande parte da distro ainda continua sendo desenvolvida por algumas das mesmas pessoas que a muito tempo atras trabalhavam na Conectiva. Pessoas essas que não querem e não vão deixar o trabalho de tantos anos acabar assim. Eu não tenho medo que o Mandriva acabe porque eu confio nos desenvolvedores antigos da Conectiva e nos atuais da Mandriva, confio no pessoal que tá ali no escritório brasileiro da Mandriva, trabalhando arduamente para sempre tentar melhorar essa distribuição que já esteve entre as mais inovadoras e usadas do mundo todo.
 
Se a empresa Mandriva acabar, talvez aconteça de uma outra empresa nascer e continuar com o legado Conectiva, ou talvez, os devs atuais se unam e transformem o Mandriva em uma distro comunitária, que nem o Debian ou Fedora. Por comunitária quero dizer, mantida pela comunidade, tudo o que é necessário é organização e dedicação.
Vamos nos unir e não vamos deixar bons projetos de código livre acabarem.

2 pensou em “E as coisas continuam quentes. Tenho medo que o Mandriva Linux acabe?

  1. basiliog

    A verdadeira MANDRIVA foi continuada pela mesma equipe responsável por tão grata distribuição. Só que tiveram que mudar o seu nome por razões comerciais. Na verdade MAGÉIA é Mandriva!

    Responder
    1. Megaf Autor do post

      basiliog, eu tenho meus receios sobre a Mageia, não sei se ela é Mandriva mesmo, tenho medo que ela acabe sendo uma distro totalmente diferente do que a Mandriva foi até a 2010.2. Uma continuação do 2010.2 seria algo bom.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *