Arquivo da tag: blog

Estou voltando!

Olá todos, como devem ter percebido, o blog estava meio completamente sem novos posts.
Fico muito feliz, que apesar de poucos posts, a número de visitas diárias se manteve apenas levemente alterado.
Em consideração a vocês, estou voltando a postar coisas aqui.
Um dos motivos principais da ausência de posts aqui é um problema que só agora decidi tratar, o Déficit de atenção com hiperatividade (TDAH).

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é uma síndrome caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade causando prejuízos a si mesmo e aos outros em pelo menos dois contextos diferentes…

Espero que agora trantando isso, posso voltar com mais empenho e mais focados nas coisas que importam para mim e que eu possa também melhorar meu rendimento na universidade.

Domínio novo e novo estilo!

Olá leitores, amigos e colegas que acompanham o meu blog.
Já faz um tempo que eu estava testando outros estilos visuais e temas para mudar a cara do site e ao mesmo tempo manter a identidade.
Admito que foi meio difícil de encontrar um que se encaixasse em algumas coisas que eu queria, como: Facilidade de leitura, ser limpo, leve, abrir em todos navegadores, ter uma versão móvel (Abra em seu iPod Touch ou iPhone 🙂 ) e fosse prático e customizável. Encontrei esse, meio que por acaso é verdade. Coloquei ele e gostei, e vocês?
Junto com o tema novo, agora tem um domínio próprio! A nossa nova casa é http://megaf.info, já faz umas duas semanas que estou testando e parece que tudo está indo super bem. Eu já tinha registrado o domínio megaf.info a algum tempo e agora liguei ele ao blog. Afinal, digitar megaf.info no navegador é mais prático do que digitar megaf.wordpress.com, não é 🙂 ?
O portal, ou blog ou site, como queira chamar, estava meio parado, primeiro por causa da faculdade e provas finais do semestre, depois eu fui nos 4 dias do FISL, Fórum Internacional do Software Livre, onde pude encontrar e conhecer pessoalmente alguns leitores alem de fazer novas amizades, tive também a “oportunidade” de pegar um gripão lá, o qual ainda não me deixou totalmente. Peço desculpas a todos vocês que esperavam novas coisas aqui e tudo o que viam era o mesmo post semanas a fio. Isso vai mudar!
Agora alem de postar tutoriais e dicas escritas por mim, vou postar notícias de versões novas de distribuições que acho interessantes, que vão sendo postadas na distrowatch. Assim você fica por dentro das distros legais que vão aparecendo.
Mas resta um pequeno problema, algum de vocês sabe realmente qual é o nome desse site?
Aqui no wordpress, na época que configurei o blog, coloquei como nome Megaf Portal, na rede porém, sempre foi conhecido como blog do megaf ou megaf blog… Horas, agora temos o domínio megaf.info, então, qual deve ser o nome do blog? Você escolhe!

Atualizado – Mandriva no pendrive.

Olá todos, apenas informando vocês que atualizei e adicioneis algumas informações no artigo que escrevi tempos atras sobre converter uma ISO do Mandriva em um pendrive bootavel.
Confiram.
Mandriva – Da ISO pro Pendrive.

Mega dica de uso para o Mandriva e OpenSUSE.

Muitas pessoas vem tendo problemas ao configurar ou instalar algo no Mandriva ou no OpenSUSE, tendo que recorrer ao console,

isso não é preciso!.

A grande verdade é a seguinte, no Mandriva e no OpenSUSE, você não precisa e nem deve ficar usando o console ou ficar catando coisa

da internet.

No Mandriva, você vai usar o Centro de Controle Mandriva. Nele, você incontrará o gerenciador de pacotes,

e por lá que vai procurar e instalar programas. Lá que você vai configurar a wireless, internet 3G ou discada,

lá que você vai particionar seu HD, ou montar NTFS, lá que você vai configurar seu monitor e configurar a placa de vídeo,

e até acertar a hora vai ser lá!
E é exatamente a mesma coisa no OpenSUSE, porem, será no YaST!

Centro de Controle do Mandriva 2008.1

Centro de Controle do Mandriva 2008.1

Mandriva – Da ISO pro Pendrive

A Mandriva criou e disponibilizou um ótimo utilitário chamado Mandriva Seed. Funciona a partir do Mandriva 2009.1.

Mandriva Seed Linux

Antes de começar!
> O Mandriva-Seed cria duas partições no pendrive, uma com o Mandriva, que o usuário não tem acesso, e outra partição de 1MB, com o nome de volume RESIZE ME, ou seja, tu pode aumentar ela para o tamanho que tu quiser. Caso queria todo o pendrive limpo, basta deletar as partições dentro dele.
> Se você quer ter dual boot com Windows e Mandriva, instale primeiro o Windows, depois o Mandriva. Pois o Windows simplismente apaga o gerenciador de boot do Mandriva, enquanto o Mandriva adiciona uma entrada pro Windows automaticamente.
> Caso você use o Windows Vista ou Windows 7, você verá uma mensagem dizendo no Mandriva Seedunable to find any removable device“, ou o Mandriva Seed não funcione, veja o final desse tutorial.

Gravando a ISO no pendrive. (Instruções para quem está no Linux)

  1. Baixe a última ISO do Mandriva. Caso tenha dificuldades em escolher a ISO mais adequada a você, de uma lida nos tutoriais Mandriva Linux – Qual ISO devo baixar? Descubra qual é a ISO mais indicada para você! e Diferenças entre o Mandriva Free, One, Dual, Powerpack e Flash.
  2. Abra uma janela de terminal, no KDE o konsole, no GNOME o gnome-terminal.
  3. Agora vamos baixar o Mandriva Seed. wget ftp://ftp.free.fr/mirrors/ftp.mandriva.com/MandrivaLinux/official/iso/2009.1/mandriva-seed.sh
  4. Ele deve ser rodado pelo usuário root, então digite su e em seguida tecle enter e digite a senha de seu usuário root.
  5. Plugue o pendrive.
  6. Agora tudo está pronto para rodar o Mandriva Seed, basta dar o comando sh mandriva-seed.sh que ele vai abrir.
  7. No Mandriva Seed selecione a ISO e clique em criar LiveUSB.
  8. Em Target Device, selecione o seu pendrive, ele já deve estar pré selecionado, então, clique em Create Live USB e deixe a mágica acontecer!
  9. Agora falta configurar sua BIOS para inciar pelo pendrive, isso varia de placa mãe para placa mãe, de uma lida no manual, se não achar/souber como faz, pode perguntar aqui.

Gravando a ISO no pendrive. (Instruções para quem está no Windows NT, 2000, XP, 2003 ou 2003 R2)

  1. Baixe a última ISO do Mandriva. Caso tenha dificuldades em escolher a ISO mais adequada a você, de uma lida nos tutoriais Mandriva Linux – Qual ISO devo baixar? Descubra qual é a ISO mais indicada para você! e Diferenças entre o Mandriva Free, One, Dual, Powerpack e Flash.
  2. Clique neste link com o botão direito do mouse e escolha a opção abrir, o Mandriva Seed vem compactado em formato .zip, então o extraia para seu computador.
  3. Você deve rodar o Mandriva Seed com poderes administrativos, então se não estiver “logado” como administrador, efetue “log out” e “log-se” como Administrador ou outro usuário com poderes administrativos.
  4. Plugue o pendrive.
  5. Agora tudo está pronto para rodar o Mandriva Seed, basta localizar o Mandriva Seed que você extraiu e dar dois cliques nele que ele vai abrir.
  6. No Mandriva Seed selecione a ISO e clique em criar LiveUSB.
  7. Em Target Device, selecione o seu pendrive, ele já deve estar pré selecionado, então, clique em Create Live USB e deixe a mágica acontecer!
  8. Agora falta configurar sua BIOS para inciar pelo pendrive, isso varia de placa mãe para placa mãe, de uma lida no manual, se não achar/souber como faz, pode perguntar aqui.

Gravando a ISO no pendrive. (Caso o use o Windows Vista, 2008, Seven ou 2008 R2)

  1. Baixe a última ISO do Mandriva e a salve em C:\. Caso tenha dificuldades em escolher a ISO mais adequada a você, de uma lida nos tutoriais Mandriva Linux – Qual ISO devo baixar? Descubra qual é a ISO mais indicada para você! e Diferenças entre o Mandriva Free, One, Dual, Powerpack e Flash.
  2. Clique neste link com o botão direito do mouse e escolha a opção abrir, esse é um utilitário que serve para clonar, fazer cópias bit a bit de arquivos, vem compactado em formato .zip. Extraia para o C:\
  3. Você deve rodar o utilitário com poderes administrativos, então se não estiver “logado” como administrador, efetue “log out” e “log-se” como Administrador ou outro usuário com poderes administrativos.
  4. Abra uma janela de prompt de comando, o cmd.
  5. Agora nessa janela de terminal, “entre” no C:\ com o comando cd C:\
  6. Plugue o pendrive.
  7. Preste muita atenção a letra que o Windows vai usar para identificar o pendrive, vou chamar ele aqui de Y:, mas você deve conferir em Computador a letra correta, pode ser que seja E: ou F:. tenha certeza da letra que escolher, caso contrário, seus arquivos poderão ser apagados de forma irrecuperável.
  8. Finalmente vamos gravar a ISO no pendrive. Digite o comando a seguir, mudando a letra y: para a letra referente ao seu pendrive. dd.exe if=c:\nome do arquivo iso que voce baixo.iso of=\\.\y:
  9. Aguarde o dd terminar, isso pode demorar até 30 minutos dependendo da ISO escolhida e da velocidade de seu pendrive.
  10. Agora falta configurar sua BIOS para inciar pelo pendrive, isso varia de placa mãe para placa mãe, de uma lida no manual, se não achar/souber como faz, pode perguntar aqui.