Arquivo da tag: gnome

Drivers Linux para Impressoras Epson

Olá todos.
Relativamente recentemente eu comprei uma multifuncional da Epson que usa rede wifi para digitalizar e imprimir documentos. O modelo em questão é uma Epson XP-204.
Fui tentar detectar ela e adicionar ela pelo Impressoras do GNOME 3 no Debian 7 e ela apareceu lá!
Feliz eu com o seu aparecimento e aparente compatibilidade fui tentar adicionar ela, porém, nada aconteceu.
.
Pesquisando na internet descobri que existe driver para Linux e inclusive livre! Mas por algum motivo não vinha incluído a versão necessaria dele no Debian.
.
Logicamente fui direto no site da Epson Brasil onde fui procurar pelos drivers para Linux.
Lá encontrei drivers pra Windows e pra Mac mas por algum motivo os drivers pra Linux não estavam lá.
Pesquisando na internet ainda mais encontrei o incrível site OpenPrinting, eles estão construindo e disponibilizando uma lista de impressoras e seus respectivos drivers para nosso amado GNU/Linux. O site é inclusive mantido pela fundação Linux.
.
Finalmente, atravéz do OpenPrinting eu achei a página da Epson de downloads de drivers pra Linux. Que por algum motivo estava oculto no site da Epson, ou pelo menos não muito visível. No OpenPrinting.org por onde pude finalmente baixar o driver .deb de 32 bit, já que estou usando Debian de 32 bit. Depois o instalei com o GDEBI e repeti o processo de adicionar impressora pelo Impressoras do GNOME. E funcionou!
gnome printers window
 
 
 
 
 
Passando por esse dificuldade contratempo eu decidi criar uma página neste site com links de download de drivers linux para multifuncionais de alguns fabricantes. Tu pode sugerir algo que não estiver lá!
Tux, the Linux penguin

Mandriva Linux – Qual ISO devo baixar? Descubra qual é a ISO mais indicada para você!

Qual ISO devo baixar?
Muito se fazem esta pergunta ao se deparar com a quantidade enorme de ISOs disponíveis nos servidores.
Pensando nestas pessoas, que assim como eu já tive, tem dificuldade para escolher a ISO mais adequada, resolvi escrever esta dica.
Entendo o nome das ISOs:
Começando pelas ISOs de DVDs.
Vamos pegar o nome de uma ISO qualquer que está disponível para download.
mandriva-linux-free-2010.0-i586.iso
A Mandriva bolou muito bem o nome das ISOs, deixando claro no nome da ISOs várias informações sobre o que se trata.

  • A primeira parte da ISO, é composta pelo nome da distribuição, neste caso, mandriva-linux-free-2010.0-i586.iso
  • A segunda parte, mandriva-linux-free-2010.0-i586.iso indica o tipo de instalação e pacotes disponíveis. Para entender melhor sobre os diferentes tipos de instalação do Mandriva, veja este outro tutorial. O free indica que é um DVD de instalação.
  • A terceira parte indica a versão o ano/estação que ela foi liberada. Neste exemplo, mandriva-linux-free-2010.0-i586.iso,  trata-se de uma edição liberada em 2010, o .0 indica que foi liberada no inverno, no hemisfério note, de 2010, quando é um .1, indica que se trata de uma edição Spring, liberada durante a primavera. As edições Spring são geralmente mais estáveis, elas são versões mais polidas e testadas do .0, e por vezes incluem muitos recursos novos.
  • A penúltima parte, mandriva-linux-free-2010.0-i586.iso, nos mostra para qual arquitetura de processador ela foi feita. Ou seja, esta, a i586, foi feita para todos os processador a partir dos K6 e Pentium I, processadores que vieram depois do 486.
  • Agora chegamos a última parte do nome das ISOs de DVDs, que como você deve imagina, indica que se trata de uma ISO. 😉

Nas versões em CD, tempos ainda mais dois indicadores:
mandriva-linux-one-2010.0-GNOME-europe-americas-cdrom-i586.iso

  • Temos ali o GNOME, que nos mostra que se trata de um LiveCD com um instalador, e usa o ambiente gráfico GNOME, poderia ser também o KDE. Veja a diferença entre eles aqui.
  • Logo depois, temos o europe-americas, esta é a ISO que você deverá baixar sempre, ela contém os idiomas das américas e da europa.

Como sempre, todos comentários são bem-vindos, diga sua opinião sobre este artigo e suas dúvidas.

Instalando o KDE/GNOME no Mandriva Linux

Instalando o KDE/GNOME no Mandriva Linux

Olá. O texto a seguir é uma dica rápida de como instalar o KDE ou o GNOME após já ter instalado outro ambiente gráfico no Mandriva.
O Mandriva Linux oferece um meio bem simples e elegante de se instalar um ambiente gráfico e outros programas que exigem um grande número de pacotes, se chama metapacote. No Mandriva é usada a definição task para os metapacotes. Se você deseja instalar todos os pacotes de impressão, então simplesmente instale o pacote task-printing, o mesmo vale para o KDE e o GNOME, basta procurar e instalar o pacote task-kde ou task-gnome.
Como você poderá ver na hora de instalar, o gerenciador de pacote vai pedir pra instalar ao redor de 1GB de pacotes, isso é realmente muita coisa, não é?
Você pode fazer uma instalação mais simples e limpa, recorrendo ao terminal e usando o pacote task-kde-minimal ou task-gnome-minimal, que vai deixar de instalar alguns pacotes recomendados, recomendados sim, essenciais não. 😉 Qualquer coisa, você pode instalar estes pacotes depois.
O mesmo se aplica ao XFCE, tem o pacote task-xfce e task-xfce-minimal
Uma coisa importante a observar, é instalar os pacotes referentes a edição do Mandriva que você está usando. Free, One ou Powerpack. 😉
drakrpm

Mandriva – Dicas para usuários iniciantes.

Olá. Como alguns de vocês devem saber, eu presto suporte a usuários do Mandriva no canal #Mandriva-Br na rede Freenode (irc.freenode.net), todo dia aparece por lá muitos usuários iniciantes pedindo ajuda. Com base nas perguntas mais comuns feitas por eles, resolvi escrever este artigo, com o objetivo de facilitar um pouco a vida das pessoas que gostariam de usar o Mandriva Linux.
Antes de mais nada, recomendo a leitura de algumas dicas que eu já escrevi.
Novo > Instalando o KDE, GNOME ou XFCE no Mandriva.
Usar um pendrive para instalar o Mandriva Linux, em vez de um CD-Rom. Útil para computadores novos e quando você não tem CDs sobrando.
Mandriva KDE ou Mandriva GNOME? Afinal, o que é KDE e GNOME e quais suas diferenças??
Mandriva One, Mandriva Free, Mandriva Powerpack? Quanta coisa! Qual eu baixo!?
Instalando o plugin adobe flash player (32 bits), para o Opera, Firefox e qualquer browser.
Instalando o plugin flash player no Mandriva de 64 bits.
eMule pra Linux, torrent pro mandriva e outros p2ps.
Adicionar novas mídias/repositórios para o Mandriva Linux.
Onde baixar o Mandriva 2010?
Instalando o VirtualBox
Explore o seu computador, o Mandriva, encontre o Centro de Controle ou Configure seu Computador. É como um painel de controle, por ele que você vai ter acesso a um monte de configurações.
Em configure seu computador, você vai encontrar logo de cara o Adicionar novos Programas, ou algo assim, ali que você vai procurar primeiro por programas.
MSN – Você vai procurar por kopete, pidgin, emesene, estes são programas pra conversar com seus amigos no msn, eu recomendo o emesene e o amsn, porque são os que mais se parecem com msn pra windows.
Mandriva não é Windows! Vocês está num sistema diferente, seus programas pra Windows não vão funcionar no Mandriva.
Por enquanto é só.

Mandriva 2010 final já disponível

Conforme anúncio de Anne Nicolas , diretora de engenharia da Mandriva, publicada na lista cooker (desenvolvimento do mandriva Linux), o Mandriva Linux 2010, codinome Adelie , foi lançado hoje (03 de novembro de 2009) às 17 h de Paris.
As imagens iso e os repositórios de pacotes rpm já estão disponíveis em alguns mirrors públicos e os outros estão em processo de sincronismo. Você encontrará o “mandriva Seed” no diretório isos, de tal forma que possa usá-lo para instalar as imagens iso do Mandriva 2010 a partir de um pen drive USB.
Alguns links úteis abaixo:
Anúncio no blog oficial da Mandriva: http://blog.mandriva.com
2010 Tour: http://wiki.mandriva.com/en/2010.0_What%27s_New
Notas da versão (Release notes): http://wiki.mandriva.com/en/2010_Notes
Errata: http://wiki.mandriva.com/en/2010_Errata
Downloads:
Por bittorrent: http://torrent.mandriva.com/public/2010.0/
Por ftp/http: http://www.mandriva.com/en/download/ (a página no momento ainda está mostrando a versão anterior)
Participe da nossa comunidade de usuários no Brasil e tire suas dúvidas no nosso forum !
Por Manoel Pinho. http://www.mandrivabrasil.org/site/content/view/256/34/

 

Leia também!
Notas sobre o Mandriva 2010.
Referência rápida ao urpmi, gerenciador de pacotes do Mandriva.
Dica rápida, adicionando midias no Mandriva.
Instalar o Mandriva usando um pendrive, sem cdrom.
Diferenças entre o Mandriva Free, One, Powerpack e Flash.
Mandriva Linux KDE, ou GNOME?

OpenSolaris 2009.06



OpenSolaris2009.06-GNOMEOriginally uploaded by Megaf

Olá todos, já faz um tempinho que não posto aqui.
Ainda estou vivo, só estou meio sem vontade de fazer muitas coisas.
Meu saco de vontade ta sendo tomado pela faculdade.
É, estou cursando Engenharia da Computação.
Aqui estou dando uma trégua de Linux e Mandriva.
Porque as versões 2009.x não estão muito boas, na minha opnião, decidi dar um tempo.
Resolvi agora voltar ao OpenSolaris, sistema que eu já testara a algum tempo atras.
Antes de tomar esta decisão radical de mudar de Linux pra OpenSolaris averiguei e matutei sobre alguns pontos, como os softwares que uso.
Muitos dos softwares que uso, como o NetBeans, VirtualBox, JAVA e VirtualBox, são, justamente da Sun, a empresa por tras do Solaris.
E praticamente todos outros softwares que uso, tem versão estável e recente tambem para o OpenSolaris, como:
Totem, XChat, Pidgin, Opera
Então, por que não mudar?
Continuo agora testando outras distros, como o Debian/kFreeBSD e Haiku. E usando o Mandriva Cooker.
Rodando eles no VirtualBox.
Instalar o VirtualBox no OpenSolaris é ainda mais fácil que no Linux, são necessários apenas 2 comandos, não é preciso configurar nada, só instalar dois pacotes e pronto.
O dezempenho das máquinas virtuais rodando no VirtualBox com o OpenSolaris como host é simplismente fantástico.
Uma agradável surpresa que tive, foi assistir vídeos em tela cheia no YouTube com um tempo de resposta praticamente em tempo real. No Linux, ao mover o mouse sobre a barra de posição, ou pausar e dar o play, eu tinha que esperar alguns encomodos segundos, no Windows alguns milésimos, mas aqui, no OpenSolaris, é em tempo real.
Por enquanto não tenho muito o que reclamar deste sistema, muito pelo contrário, ele é extremamente rápido e responsivel, além da já conhecida estabilidade.
Algo que devo comentar, pela primeira vez, em toda minha história computacional, não tive vontade de alterar o tema de ícones, cursores ou estilo visual. A interface do OpenSolaris é brilhante. Limpa, bem dezenhada, bem trabalhada, agradavel de usar.
É isto, é um sistema que eu realmente recomendo testar, ainda mais para usuários que já tenham experiência com UNIX e/ou SunOS.
Aquele abraço!

Mandriva Linux 2010 RC1 está agora disponível para testes.

A versão Mandriva 2010 RC1 está disponível nos servidores públicos de todo mundo. Este RC1 está presente com as seguintes edições.
Free, em DVDs de 32 e 64 bits.
Dual, em CDs para ambas as arquiteturas.
One, com o KDE ou GNOME.
Imagem para o VirtualBox
Estas ISOs são híbridas, o que significa que você pode gravar elas em dispositivos USB sem dificuldade.
Use o Mandriva-Seed, é fácil como um click! Este RC1 é principalmente um bugfix com alguns updates principais.
Muitos bugs corrigidos no Mandriva Tools, especialmente nas ferramentas de rede.
Muitos bugs corrigidos em ambos os ambientes, KDE e GNOME.
Agora com o Kernel 2.6.31 Estável
Este RC1 vem também com a nova integração com o Nepomuk no KDE, essa funcionalidade experimental ajuda você a adicionar notas em todos os seus arquivos e algumas anotações e nomes.
A arte gráfica, tema visual ainda não está disponível.
Você vai encontrar informações detalhadas sobre o RC1 na Wiki do Mandriva:
(http://wiki.mandriva.com/en/2010.0_RC_1).
Por favor ajude a Mandriva reportando os bugs que você encontrar.
(https://qa.mandriva.com/).
Aproveite!
Fonte: The Official Mandriva Blog
Para fazer o Download click aqui.
Se você é como eu e gosta de Torrents, clica no link ou copie e cole o endereço no seu cliente torrent.
Mandriva Free DVD 32 Bits
Mandriva Free DVD 64 bits
Mandriva Dual CD 32 e 64 bits

Mandriva Linux 2010 Beta está disponível.

O Mandriva Linux 2010 está agora disponível nos mirrors para download.
As versões atuais são:
Mandriva Free em DVDs de 32bit e 64bit.
Mandriva One, KDE e GNOME, note que nem todos os idiomas estão disponiveis, o upload será efetuado no decorrer da próxima semana.
Estas ISOs são híbridas! O que quer dizer que você pode passar elas para um pendrive em um click! Usando o Mandriva Seed.
Este Beta vem com muitos updates e coisas novas, como:

  • PLymouth como  como gerenciador do boot splash, o que agora permite muito mais efeitos e modificações, vem agora com o KMS ativado, o que evita o efeito flickr e permite uma mudança suave entre o boot e o início do X.
  • A ferramenta Netprofile foi agora completamente reescrita, Agora você pode mudar seu desktop de lugar sem ter que pensar em reconfigurar tudo.
  • Tomoyo-gui é a primeira interface grafica pro Tomoyo criada por um engenheiro da Mandriva, um site sobre ele estará logo no ar.
  • O KDE 4.3 agora está estavel, com muitas melhorias referente a estabilidade.
  • GNOME 2.27.5
  • Kernel 2.6.31 rc6

Por favor tenha em mente que o design final ainda não está definido, o visual vai passar por mudanças.
Você vai encontrar mais detalhes sobre este beta na Wiki do Mandriva.
(http://wiki.mandriva.com/en/2010.0_Beta)
Por favor nos ajude testando e reportando bugs no BugZilla.
(https://qa.mandriva.com/)
As ISOs logo estarão disponiveis aqui.

Mandriva Linux KDE ou GNOME?

Mandriva Linux KDE ou GNOME?
Essa é uma pergunta que muitos se fazem ao querer tentar o Mandriva Linux, então, vamos tentar responde-la.
Vamos por partes, primeiro, o que vem a ser KDE e GNOME?
Pois bem, ao contrário do Windows, que tem uma unica e imutavel interface, fixa, com seus menus e ícones, o Linux e outros sistemas como OpenSolaris, possuem mais de uma opção de interface.
KDE e GNOME são estilos diferentes de interface gráfica com o usuário.
Uma imagem vale por mil palavras, vamos então dizer três mil palavras.
A primeira screenshot é de como está o KDE 4 hoje, a segunda screenshot era uma versão de desenvolvimento do KDE, em ambos os casos, trata-se do KDE customizado por mim rodando no Mandriva Linux.
Mais screenshots do KDE você pode encontrar aqui.
O ambiente KDE lembra vagamente o windows, talvez será o que lhe agradará mais, não por ser vagamente semelhante ao windows, mas por você não ter que reaprender tudo.
O KDE é um ambiente arrojado, inovador e bonito, repleto de efeitos visuais, se você ativar eles.
Falaremos do GNOME agora, o GNOME é um pouco mais conservador, vem preservando seu estilo já por muito tempo, e isso não quer dizer que não vem agregando novos recursos, a cada nova versão o GNOME traz novos recuros e novos aplicativos. Eu tenho apenas uma imagem do GNOME rodando no Mandriva, isso se deve ao fato de eu usar preferencialmente o KDE.
Nessa imagem está o GNOME bastante customizado pra ficar a cara do Mac OS X Tiger. Você mesmo pode deixar seu GNOME assim em poucos cliques, alias, você pode deixar o KDE assim também!


No final das contas não importa muito qual você baixar, pois você sempre terá a oportunidade de instalar o outro pra testar.
No Linux, você é livre!
Após ler essa dica, qual você vai baixar?